OS TRAQUINAS
 

Horário do estabelecimento


 
 
 

1- O Centro funciona de segunda a sexta-feira das 08:00h às 18:15h com 15 minutos de tolerância, ou seja, até às 18:30h, encerrando aos sábados, domingos e feriados (feriados nacionais, regionais e municipal).

2- A hora limite de entrada é às 09:30h. Após essa hora, a entrada das crianças é negada, salvo consultas médicas (mediante declaração médica), cuja entrada se estende até às 12:30h.
Estas situações deverão ser comunicadas previamente até às 09:30 do próprio dia, ao Educador de Infância ou às Ajudantes de Educação da respectiva sala, ou ainda, à Secretaria. Esta situação não deve acontecer por sistema. O mesmo se aplica à valência de ATL, quando funcionar a tempo inteiro.

3- A circulação dos encarregados de educação no interior da instituição só é permitia entre as 8h e as 9:30h, no período da manhã e a partir das 16:00h no período da tarde.

4- No Jardim-de-Infância e na sala dos 24 aos 36 meses a hora limite de entrada é às 9h30. após esta hora, a criança só poderá entrar se, previamente, for comunicado à Educadora de Infância ou às Ajudantes de Educação da respectiva sala. Esta situação não deve acontecer por sistema.

5- Por questões de segurança o portão do Centro encontra-se fechado entre as 09:45h às 16:00h. A entrada efectua-se pela porta nº 73

6- No caso de desinfestação o Centro poderá encerrar por um período de dois dias (sexta-feira prévia e a segunda-feira seguinte), em data a comunicar, sempre que possível, com a devida antecedência (Art.º 7º, portaria nº98/2002, de 17 de Outubro).

7- O Centro poderá proceder a um encerramento parcial ou total das instalações em situações especiais e imprevistas (por exemplo: doenças, epidemias e catástrofes naturais).

8- O encerramento do centro só será efectuado por motivo de obras, quando tal facto se revelar absolutamente necessário. Nos restantes casos, devem aquelas ser prosseguidas nos meses de menor afluência de crianças.

9- Sempre que se justifique o encerramento das instalações por motivo de obras, estas devem ser programadas com antecedência e solicitada autorização à Direcção Regional da Solidariedade e Segurança Social para o efeito.